quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Jovem disse que recebeu promessa de trabalho ao entregar cheques.
Ela sonha em ter salário melhor para comprar a casa própria.

 Ana devolveu R$ 250 mil em cheques doados ao Hospital de Câncer (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)

A catadora de recicláveis Ana dos Santos Cruz, de 23 anos, completa nesta quinta-feira (29) quatro meses na cooperativa de material reciclável em que trabalha atualmente. Quase uma semana depois de devolver R$ 250 mil em cheques de doações encontrados no lixo ao Hospital de Câncer de Barretos (SP), ela ainda espera ser chamada para ser contratada pela unidade e mantém as esperanças de melhorar suas condições de vida.
Uma vaga de trabalho num dos principais centros médicos de tratamento oncológico do país foi a promessa, segundo ela, feita pela própria direção na última sexta-feira (23), como recompensa pelo ato de honestidade. "Henrique Prata [diretor do hospital] falou que eu poderia trabalhar lá a qualquer hora que eu quisesse", diz ela.
O hospital, no entanto, não confirma se haverá ou não contratação.

 Após promessa de novo emprego, Ana sonha em comprar casa própria (Foto: Rodolfo Tiengo/G1) (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)Após promessa de novo emprego, Ana faz planos para o futuro (Foto: Rodolfo Tiengo/G1)

Rotina pesada
Encontrar os cheques de alto valor no meio do lixo e devolvê-los pessoalmente ao diretor do hospital, Henrique Prata, surgiu para Ana como uma chance de deixar uma rotina difícil.

A catadora, que cuida do filho de 3 anos sem a presença do marido, preso por tráfico de drogas, relata que chega a trabalhar dez horas por dia recolhendo materiais recicláveis em pontos de coleta da cidade.
"Eu ganho muito pouco e o serviço lá é muito pesado. Pra falar a verdade, é serviço de homem. As mulheres só entram ali quando precisam muito. Eu sou a única mulher que entrou jovem lá", afirma a catadora, que conta que começa seu trabalho às 8h e termina por volta das 18h diariamente.
Apesar do esforço, o dinheiro que ganha ainda não foi o suficiente para que tenha sua própria casa para morar com seu filho Maurício, de 3 anos, e recomeçar a vida com seu marido. Atualmente, Ana vive com os pais na mesma casa em que foi criada pela família desde quando nasceu, na periferia de Barretos. "Não tenho condições de pagar aluguel."
A catadora afirma que, apesar da promessa que diz ter recebido, ainda não foi procurada pelo hospital e não tem ideia de que tipo de função pode vir a exercer na instituição.
"Acredito que as coisas vão melhorar bastante depois dessa honestidade que tive. Eu tenho sonho de ter minha própria casa, onde possa haver um quarto só para mim e outro só para  meu filho. Também quero construir uma casa para minha mãe, também penso nos sonhos dela", diz Ana.
Enquanto permanece na espera de conseguir um trabalho novo no hospital, ela já colhe os frutos pelo gesto através do reconhecimento dos moradores de Barretos. "Quando fui descer para o serviço, um moço veio me pedir autógrafo. No meu Facebook, também tem muita gente falando isso bastante."








Fonte: G1

Noivo da atriz Viviane Araújo é o 18º reforço bicolor, está em Belém e já gravou imagens vestindo a camisa do clube

Foto: Dibulgação / Paysandu

A documentação que estava faltando chegar a Belém para oficializar a contratação do volante Radamés pelo Paysandu chegou a Belém na tarde desta quarta-feira (28). O atleta, notabilizado também por ser noivo da atriz Viviane Araújo, é o 18º reforço do clube para a temporada de 2015 e será apresentado à imprensa, às 17h desta quinta-feira (29), na Curuzu.
Em entrevista ao site oficial do Papão, o jogador revelou que indicações de amigos e a presença do treinador Sidney Moraes foram decisivas para a escolha pelo Clube de Suísso. 'Alguns amigos meus que trabalharam aqui no Paysandu disseram para mim da organização e da estrutura que o clube oferece para o nosso trabalho e também pelo Sidney ser o treinador da equipe. E isso pesou bastante na decisão final de vir para cá. Outros clubes estavam também interessados em mim mas eu escolhi vir para o Paysandu. Agora espero ser muito feliz aqui e iniciar os trabalhos para a temporada'.
Aos 28 anos, o carioca Radamés Martins Rodrigues da Silva estava no futebol iraniano, pelo Tractor Club. 'Eu já estava treinando normalmente, mas por conta de um problema com o meu visto de trabalho no Irã tive que acabar voltando para o Brasil e acabei acertando a minha vinda ao Paysandu. Eu escolhi estar no Paysandu', falou.
Antes do Irá, ele defendeu o Vila Nova (GO), em 2014, quando chegou a atuar com o atual atacante bicolor, Bruno Veiga. No currículo, o jogador - cria da base do Fluminense (RJ) - tem o Náutico (PE), o Botafogo de Ribeirão Preto (SP), o Volta Redonda (RJ), o Boa Esporte (MG) e o Icasa (CE), além do Al-Jazira, dos Emirados Árabes.
Na posição de Radamés, o Paysandu já possui Augusto Recife, Elanardo, Jhonnatan e Ricardo Capanema, além dos garotos da base Ronisson, Murilo e Andrade.







Fonte: Portal ORM

Temperatura vai cair e chuvas serão mais intensas a partir do início do mês

O 2º Distrito de Meteorologia de Belém (Disme) informou que o mês de fevereiro será de chuvas em todas as regiões paraenses. A Região Metropolitana de Belém (RMB) e a região nordeste serão as mais chuvosas em fevereiro. Para o Carnaval, que acontecerá no próximo dia 17, ainda não há previsão exata sobre como estará o tempo durante a folia.  
Durante todo o mês de janeiro na Região Metropolitana de Belém, só não houve chuva nos dias 13 e 24. Somente na Região Metropolitana de Belém, o total de chuva foi de 484,6 litros por metro quadrado. Segundo o Disme, a quantidade está 26% acima da média histórica de 30 anos para janeiro. Para fevereiro, a expectativa é de que no começo do mês haverá chuvas intensas e contínuas. Quanto à temperatura, a previsão é de que seja equivalente à de janeiro: mínima entre 21 e 23 graus Celsius e a máxima de 31 a 33 graus.

Foto: Lais TeixeiraFoto: Lais Teixeira

 

No nordeste, o regime de chuvas se assemelha ao de Belém e deve prosseguir em fevereiro. A temperatura poderá variar, com o mínimo entre 21 e 23 graus e a máxima entre 31 e 33 graus Celsius. Na região norte do estado, principalmente em Altamira, as chuvas continuam constantes. A temperatura mínima prevista é de 22 e 24 graus e a máxima 32 e 34 graus. 
No sudoeste do Pará, em Itaituba, por exemplo, não haverá muita diferença, as chuvas continuarão constantes, mas haverá a presença do sol.  A previsão de mínima na região oeste é de 22 a 24 graus para a mínima e 30 e 32 para a máxima, em municípios como Santarém, Óbidos e Oriximiná. Com o sol, os dias poderão sofrer uma variação de 1 a 2 graus para mais ou para menos. No sul, por outro lado, municípios como Marabá, Rondon do Pará e Redenção estão propícios para dias com chuvas logo pela manhã. Nesses dias a temperatura deve cair cerca de 2 graus. Para essa região, a previsão é de chuvas quase todos os dias. Segundo o Disme, dos 28 dias do mês, no sul deve chover entre 23 e 24 dias. A temperatura poderá variar entre 22 e 24 graus para a mínima e a máxima entre 32 e 34. 
No litoral, a situação em janeiro foi diferente. Em municípios como Viseu e Bragança, não houve chuvas e está seco. A previsão para fevereiro é de que comece a chover no início do mês e que chova cerca de 40% da média. Mesmo com poucas chuvas, a temperatura vai variar com mínima de 22 a 24 graus e máxima entre 31 e 32 graus, devido a proximidade com o oceano Atlântico.





Fonte: Portal ORM

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Adolescente de 13 anos sofreu queimaduras de segundo grau.
Ele está internado na ala de queimados do Hospital Estadual de Bauru.

 Uma experiência aparentemente inofensiva provocou queimaduras de segundo grau em um adolescente de 13 anos em Bauru (SP). Ele pretendia fazer uma bomba de fumaça seguindo uma receita que encontrou na internet, mas o experimento não deu certo e gerou uma explosão. A avó da criança, Firmina Soares da Silva, conta que a explosão ocorreu na cozinha, quando o menino acendeu o fogão e misturou em uma panela açúcar, salitre e bicarbonato de sódio. No entanto, a panela explodiu e o menino foi atingido.

 Menino está internado na ala de queimados de hospital (Foto: Firmina da Silva/Arquivo Pessoal) 

Menino está internado na ala de queimados de
hospital (Foto: Firmina da Silva/Arquivo Pessoal)

Para os parentes, o garoto afirmou que a ideia com a experienca era produzir uma bomba de fumaça. “Ele pegou a receita na internet e nós não sabíamos de nada. Disse que ia fazer a primeira experiência em casa e depois em outros lugares, mas não deu certo”, conta o tio do menino, Marcos Augusto de Freitas.
Ele foi socorrido no hospital com queimaduras no rosto e nas mãos. “Eu estava indo tomar banho quando ouvi a explosão na cozinha. Ele me chamou e eu não sabia o que fazer. Os vizinhos que vieram socorrer porque ele dizia que não conseguia enxergar”, lembra a avó.
O adolescente está internado na ala de queimados do Hospital Estadual de Bauru e deve receber alta até o fim da semana, se o tratamento continuar evoluindo. Segundo os médicos, ele pode ficar com algumas marcas permanentes das queimaduras.
 
Efeito químico
Segundo um professor de química de uma universidade de Bauru, a mistura de salitre, açúcar e bicarbonato de sódio leva a uma combinação explosiva. “A mistura desses componentes gera uma reação em cadeia com uma grande quantidade de calor, o que é realmente explosivo”, explica Herbert Duchatsch Johansen.


 Menino misturou vários componentes químicos (Foto: Reprodução/TV TEM) 
Menino misturou vários componentes químicos
(Foto: Reprodução/TV TEM)



O especialista afirma ainda que outros produtos utilizados pelas donas de casa também precisam ficar bem longe das crianças pra evitar acidentes. “Entre eles estão o permanganato de potássio, que é utilizado para curar feridas da catapora e também glicerina, que algumas pessoas têm em casa. A mistura desses componentes gera uma reação incompatível e inflamável. Também a soda cáustica, que em solução gasosa queima as vias nasais”, afirma Herbert.
O Corpo de Bombeiros também alerta os pais com relação às experiências que são ensinadas na escola e também na internet podem apresentar risco quando feitas em casa. “As crianças tentam repetir a experiência dentro da casa e sem a orientação de adulto. Para que tudo ocorra em segurança, é essencial o acompanhamento de um adulto” , ressalta o tenente dos bombeiros, Eduardo de Souza Costa.

 Adolescente foi internado com queimaduras em uma das mãos (Foto: Firmina da Silva/Arquivo Pessoal)Adolescente foi internado com queimaduras em uma das mãos (Foto: Firmina da Silva/Arquivo Pessoal)

 

 

 

 

 

Fonte: G1

Bill de Blasio, que tinha alertado para 'maior nevasca da história' diz que foi 'melhor se precaver do que se arrepender'.

 Nevasca que atingiu Nova York foi menor do que prevista por especialistas (Foto: Reuters/Adrees Latif )Nevasca que atingiu Nova York foi menor do que prevista por especialistas (Foto: Reuters/Adrees Latif )

 

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, rebateu nesta terça-feira (27) as críticas de que teria exagerado nas previsões sobre a proporção da meganevasca que atingiu o nordeste dos Estados Unidos.
"Nós fomos precavidos", disse de Blasio.
Nos últimos dois dias, diante da perspectiva de uma tempestade de neve classificada por autoridades como "a maior da história", moradores da cidade correram aos supermercados para estocar comida.
No entanto, a dimensão do fenômeno climático foi inferior à indicada pelos meteorologistas, que rebaixaram o nível de alerta. Uma proibição ao transporte também foi suspensa.
Já em outras cidades do nordeste dos Estados Unidos, como Massachusetts, a neve chegou a 60 cm, após fortes nevascas.
Alertas foram mantidos para o litoral, de Long Island até o Estado americano do Maine.
Em entrevista à CNN, de Blasio afirmou: "Foi melhor se precaver do que depois se arrepender".
"Fizemos tudo o que foi necessário para manter todos seguros", acrescentou.
Os alertas para a cidade de Nova York e o Estado de Nova Jersey foram suspensos, e alguns transportes públicos voltaram a funcionar na metrópole.
Um adolescente morreu em um acidente com um trenó em Long Island, um das partes mais afetadas do Estado de Nova York.

 No Estado americano do Massachusetts, neve chegou a 60 cm de altura (Foto: DARREN MCCOLLESTER /AFP) 
No Estado americano do Massachusetts, neve chegou a 60 cm de altura (Foto: DARREN MCCOLLESTER /AFP)

Na segunda-feira, alguns Estados do nordeste americano declararam estado de emergência e meteorologistas previram até 90 cm de neve. Posteriormente, autoridades revisaram a previsão, mas os níveis de emergência foram mantidos.
Boston impôs uma proibição a viagens, e os sistemas de metrô de Nova York e Boston foram suspensos.
A maior tempestade de neve foi registrada em Connecticut e em Massachusetts, onde a neve chegou a 52 cm e 67 cm de altura, respectivamente, comparada a 13 cm no Central Park de Nova York.
Milhares de pessoas estão sem energia elétrica em Massachusetts, segundo a imprensa local.
O National Weather Service (NWS, ou Serviço Meteorológico Nacional) ainda alerta sobre condições potencialmente fatais na costa de Nova Inglaterra, região que engloba seis Estados no extremo nordeste do país, à medida que a tempestade avança rumo ao norte para o Canadá.
"O vento está muito forte; é difícil de ver muito além da nossa janela", diz Christie Craigheard, moradora de New Hampshire, outra área fortemente afetada.
Em outros desdobramentos:
- 7,5 mil voos foram cancelados na Costa Leste
- Escolas permanecem fechadas
- O transporte público deve voltar ao normal nesta quarta-feira em Nova York

'Vida ou morte'
O NWS havia previamente alertado sobre a aproximação de uma "nevasca potencialmente histórica" no nordeste americano.

Mas a tempestade foi menos severa do que se esperava na manhã desta terça-feira.
Meteorologistas esperam que a neve e os ventos fortes continuem nesta terça-feira.
"Em áreas próximas à costa...os ventos devem chegar a 120 km/h", informou o NWS.
O governador do Estado de Nova York, Andrew Cuomo, recomendou moradores a não viajar a menos que fosse estritamente necessário.
"As estradas ainda estão perigosas. Há gelo sob a neve em muitas áreas. Se você não tiver de viajar hoje (terça-feira), não viaje".
Em linha com a declaração de Cuomo, de Blasio pediu a moradores que ficassem fora do caminho dos 2,3 mil limpa-neves.
Proibições similares para veículos não-emergenciais foram implementadas em Connecticut e Massachusetts.







Fonte: G1

Município enfrenta problemas na saúde e educação, mas tem muito a comemorar

Castanhal, no nordeste paraense, comemora hoje mais um aniversário de emancipação. O município foi criado pelo Decreto-lei N° 600, assinado pelo interventor federal do Pará, Magalhães Barata. Depois, com a abertura de rodovias, especialmente a Belém-Brasilia, iniciou a última fase de colonização com grupos populacionais de outras regiões do País, a exemplo do Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste. A ‘’Cidade Modelo’’ chega aos 83 anos de fundação enfrentando sérios problemas na área de saúde e segurança pública, incluindo o atraso no pagamento de pessoal da rede municipal de saúde e dos serviços prestados pelos maiores hospitais conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda assim, há o que se comemorar, sobretudo se for considerada a beleza natural do lugar, repleto de igarapés e paisagens amazônidas. 
Em seu site oficial na internet, a Prefeitura de Castanhal anuncia a programação comemorativa, incluindo show previsto para ontem à noite, na Praça da Estrela, com a Banda 007 e a grande atração nacional Israel Novaes, representante do gênero ‘’sertanejo universitário’’. Distante 68 km de Belém, Castanhal tem uma população de 186.895 habitantes, o que o coloca como o mais populoso município do nordeste paraense. A cidade tem privilegiada posição geográfica no mapa do Pará. É cortada pela BR-316 – principal rodovia federal e via de ligação entre a capital paraense e o resto do Brasil, posição estratégica para o escoamento da produção local.

 Foto: O Liberal/ArquivoFoto: O Liberal/Arquivo 
Nas últimas semanas, o município pautou o noticiário com paralisação e ameaça de greve na rede pública de saúde. No ano passado, a área de segurança também ganhou destaque com a greve dos guardas municipais, em protesto contra o descumprimento de um acordo. Ontem, a promotora de justiça, Francylucy Galhardo do Vale, que responde interinamente pela Promotoria de Justiça de Direitos Constitucionais e do Patrimônio Público, do Ministério Púbico Estadual, em Castanhal, informou à reportagem que continua investigando a situação da saúde pública no município. Na semana passada, atendendo chamado do MPE, o prefeito Paulo Sérgio Rodrigues Titan, do PMDB, compareceu à sede do órgão e se comprometeu a fazer o repasse de valores devidos às redes pública e privada de saúde. “Continuo acompanhando e investigando  a situação’’, disse a promotora.  
A situação da saúde pública na cidade se agravou desde o início deste ano, quando um dois maiores hospitais particulares que fazem atendimento conveniado com o SUS paralisou suas atividades. A maternidade do Hospital São José chegou a fechar no dia 7 deste mês. O Hospital Francisco Magalhães também ameaçou parar. A unidade atende cerca de 600 bebês por ano e grávidas de alto risco e alega que, diante da situação, demitiu 21 funcionários. O chefe de gabinete da Prefeitura de Castanhal, Marcelo Porpino, a princípio admite uma dívida com a rede de saúde no valor de R$ 3 milhões, no entanto, justifica o débito com atrasos no repasse por parte da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa). Na semana passada, a Prefeitura iniciou o pagamento dos Hospitais conveniados, bem como dos servidores da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que chegaram a cruzar os braços este mês. O compromisso é liquidar a dívida até o dia 31 de janeiro. Enquanto a situação não se resolve por completo na saúde pública, hoje, 28, feriado municipal em Castanhal, haverá show na Praça da Estrela, a partir das 20h. A Noite Gospel, como está sendo anunciada a festa, terá como atrações locais a banda Som Manancial, Expresso Pentecostal e a cantora Mylla Karvalho.
Fonte: Portal ORM

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

A droga estava em um carro.
Polícia trocou tiros com os bandidos, que tentaram fugir.

 

 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 100 quilos de maconha durante uma ronda na rodovia BR-010, próximo ao trevo de Santa Maria do Pará, no nordeste do estado. A droga estava em um carro.

Durante a abordagem dos policiais rodoviários, os bandidos ainda tentaram fugir em direção à BR-316, mas o carro em que eles estavam capotou, após uma troca de tiros.
Os homens entraram a pé em um matagal e foram perseguidos pelos policiais, mas conseguiram escapar. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, um dos bandidos ficou ferido.
O veículo e a maconha foram levados para a delegacia de Santa Maria.





Fonte: G1 Pará

Candidatos vão ocupar 205 mil vagas em instituições de ensino superior.
Matrícula será nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro.

Site do Sisu traz todas as listas de aprovados (Foto: Reprodução/Inep) 

Site do Sisu traz todas as listas de aprovados (Foto: Reprodução/Inep)

 O Ministério da Educação divulgou na manhã desta segunda-feira (26) a primeira chamada de aprovados na edição do primeiro semestre do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2015. Um total de 2.791.334 candidatos se inscreveram para concorrer às 205.514 vagas de 5.631 cursos em universidades federais e institutos tecnológicos.

A lista de aprovados está disponível no site do processo seletivo: sisu.mec.gov.br. O Sisu usa como critério de seleção a nota do candidato no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. O candidato pode consultar seu desempenho inserindo o número de inscrição no Enem e a senha de inscrição. O site permite ainda recuperar a senha do Enem.

No site do Sisu, é possível selecionar a instituição, o curso e a modalidade do turno para filtrar a lista de aprovados.
 
Matrícula
Os candidatos aprovados deverão fazer a matrícula nos dias 30 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro nas instituições de ensino que oferecem as vagas, apresentando os documentos exigidos por elas e pela lei federal de cotas.

O candidato selecionado pelo Sisu deverá verificar, junto à instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e procedimentos para matrícula.






Fonte: G1